loader image

BLOG

Data
Selecionar data
Categorias
Filtros
Data
Selecionar data
Categorias

27 Set

A história por trás da ilustração de Iggy Pop – The Passenger

Desde o início o M.Ou.Co. se propôs a criar um espaço de cultura.

Apresentar um espaço de qualidade, e que pudesse tornar-se uma vitrine para que os artistas pudessem mostrar seus trabalhos com cuidado e sentido. O projeto de ilustração dos quadros que conta a história da composição das músicas que dão nome aos quartos foi desenvolvido pelo Xán, membro da família M.Ou.Co. e grande artista.

Enquanto Xan estava trabalhando como arquiteto em Sydney, começou a fazer artworks para haydenshapes, globe, monsterchildren, stab & Outras empresas de surf de Austrália.

Com uma dualidade na sua execução entre liberdade e naturalidade vindo de criatividade infantil e calma de adulto, ele projeta uma definida personalidade que se reflete na sua arte, claramente reconhecível.

Criando um estilo único completo com múltiplos detalhes. Clique aqui para conhecer mais sobre o artista: @xan__xan

Podem adquirir esta e outras ilustrações impressas em serigrafia artesanal feita em colaboração com um atelier da cidade do Porto chamado COISA, na receção do Hotel.

The passenger soa a punk e rebeldia. É uma canção que parece nos levar sem destino, por aí.

A música foi composta pelo guitarrista Ricky Gardiner e a letra, escrita num comboio em Berlim, é vagamente baseada num poema de Jim Morrison, por isso desenhei Iggy a pensar no livro Os mestres e as criaturas novas.

Numa entrevista ao jornal The Guardian, Iggy Pop disse que se inspirou na turné que fez com David Bowie: “Eu andava pela América do Norte e Europa no carro de David ad infinitum. Não tinha carta de condução, nem carro”.

Aquele carro era um Lincoln Continental azul meia-noite, e é por isso que Iggy está no banco do passageiro e o carro tem uma placa a dizer Bowie. Quer uma boleia?